Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Carlão: “Eu não queria ser eu quando comecei a fazer música, queria ser os gajos dos posters que tinha na parede” [VÍDEO]

Falando sobre o novo álbum, “Entretenimento?”, Carlão defendeu, em entrevista à BLITZ, que a sua identidade artística está hoje mais estabilizada que nunca

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

Carlão acredita que aquilo que faz na sua música está hoje mais próximo daquilo que é enquanto pessoa. Em entrevista à BLITZ, falando sobre o novo álbum, "Entretenimento?", o músico disse "eu não queria ser eu quando comecei a fazer música, queria ser os gajos dos posters que tinha na parede. Com o caminho que vais fazendo é que vais definindo a tua identidade artística e cimentando, também, a tua obra". Veja o vídeo acima.

Na mesma conversa, Carlão confessou: "tenho saudades de tocar com o meu irmão, isso tenho, e com o resto da malta toda, mas não tenho tantas saudades, se calhar, de fazer Da Weasel" (siga o link). Explicou, também, a razão por trás do título do segundo álbum em nome próprio, que chegou às lojas na passada sexta-feira, defendendo: "já ultrapassámos todos os limites expectáveis do que deveria ser entretenimento".

Carlão atua no próximo domingo no Festival Iminente, em Lisboa, e no próximo dia 29 no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada. Siga este link para ver, também, a participação do músico no Em Estreia da passada sexta-feira.