Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Deolinda são uma das "grandes bandas da Europa", diz jornal The Times

Banda portuguesa atuou em Londres e crítica do jornal britânico tece-lhe rasgados elogios.

O concerto dos Deolinda na Union Chapel, em Londres, na passada semana, recebeu uma classificação de quatro estrelas em cinco do jornal The Times. Na crítica, partilhada no Facebook de Pedro da Silva Martins, escreve-se que, no começo do espetáculo, o silêncio imperou. "Talvez o cenário eclesiástico estivesse a inibir o público. Mas, no final, a presença carismática e bilingue de [Ana] Bacalhau, em conjugação com as melodias pegadiças das canções de Pedro da Silva Martins, tinham conquistado toda a gente". "Ao passo que, por tradição, o fado lida com batalhas amargas contra as forças do destino, [os Deolinda] injetaram no género uma forte dose de humor e sátira, absorvendo influências pop e rock e criando um repertório que tem alguma da malícia de um Ray Davies ibérico".
Sobre Ana Bacalhau, escreve o The Times que a voz da cantora "é menineira e muito menos imperial que a de Mariza, a rainha do fado. Mas, à sua maneira, é igualmente convincente", considera o jornalista Clive Davis, salientando que a barreira da língua é facilmente ultrapassada pela prestação da portuguesa. O artigo faz ainda menção à atuação que o repórter viu dos Deolinda numa Festa do Avante ("Músicos não ligados ao partido [comunista] participam na festa, para tocar e não para fazer propaganda", esclarece-se). "Uma das grandes bandas da Europa, os Deolinda são tratados como estrelas rock em Portugal, o seu país", afirma o jornal, que descreve o "cenário surreal" do Avante com pormenor, com "os textos sagrados de Lenin a serem vendidos lado a lado com livros de teoria da conspiração sobre o rapto de Madeleine McCann".

O artigo do Times sobre os Deolinda Foto de Rita Carmo/Espanta Espíritos