Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Deolinda e Samuel Úria em lista brasileira dos melhores discos de 2013

Blogue Pergunte ao Pop considera Mundo Pequenino, dos Deolinda, o melhor álbum internacional do ano passado.

O blogue de música Pergunte ao Pop colocou Mundo Pequenino, dos Deolinda, em primeiro lugar no top dos melhores discos internacionais de 2013. Também O Grande Medo do Pequeno Mundo, de Samuel Úria, surge na lista, em 12º lugar. "[2013] foi o ano de boas estreias (American Thread e Haim são prova disso) e de uma ótima safra da música portuguesa. Não à toa, o disco que encabeça essa lista vem das vielas de Lisboa para o mundo", começa por escrever o autor do blogue. Sobre os Deolinda, o Pergunte ao Pop não poupa elogios: "É o melhor disco de 2013, em qualquer parte do mundo, e o sotaque não pode ser barreira para que a música portuguesa não chegue ao Brasil do mesmo modo que a anglo-saxônica ou qualquer outra. É o que tem de ser - e o que tem de ser tem muita força". Em 12º lugar, e depois de discos de Nick Cave and the Bad Seeds, Arctic Monkeys ou Paul McCartney, surge o segundo álbum de Samuel Úria. "Aqui, aparece um letrista confessional ("O Deserto", "Armelim de Jesus"), cercado de boas parcerias. Márcia faz um dueto fino com Úria em "Eu Seguro", enquanto o veterano Manel Cruz, dos Ornatos Violeta (um cruzamento de Faith No More com Los Hermanos e Violent Femmes noventista) aparece na grande letra de "Lenço Enxuto", que se confronta com a imagem clássica da masculinidade, e, de forma irônica, propõe que "ser masculino é ter o lenço enxuto". A lista das melhores canções internacionais é também encabeçada por "Seja Agora", dos Deolinda. "Esta é [também] uma decisão política, por assim dizer: o mundo hoje produz música da melhor qualidade, e muitas vezes ela vem de lugares inesperados ou fora do eixo anglo-saxônico - e é o caso de Portugal (em breve, publicamos uma lista com as melhores canções lusitanas da temporada) e ainda mais do Deolinda, que no seu último disco resolveu ampliar fronteiras e abraçar um mundo cada vez mais pequenino". Leia as escolhas do blogue Pergunte ao Pop seguindo este link.