Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Nick Cave

Getty Images

Nick Cave dá conselhos a fã de 25 anos que quer curar-se da toxicodependência: “Nunca pensei estar na Ópera de Sydney a fazer isto”

O australiano respondeu a perguntas dos fãs, numa sessão ao vivo dos diálogos que tem mantido no seu site

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Numa versão ao vivo dos diálogos que tem mantido com os fãs através do seu site, Nick Cave apresentou-se ontem em palco na Ópera de Sydney, na Austrália, com o objetivo de “estabelecer uma ligação” e também de se sentir “aterrorizado”, escreve o site The Music.

“A tocar sinto-me confiante, mas estar aqui a responder às vossas perguntas, que pavor”, disse o veterano a um menino de 11 anos que lhe perguntou qual a parte mais complicada do seu trabalho.

Ao longo da noite, Nick Cave tocou várias canções ao piano, rodeado pelos fãs que se sentaram consigo em palco, e perante uma plateia mais convencional de duas mil pessoas.

Além das suas 'Mercy Seat', 'Into My Arms' ou 'The Weeping Song', o australiano interpretou uma versão de 'Avalanche', de Leonard Cohen, a pedido de uma fã.

Quanto às perguntas colocadas pelos fãs, destacou-se a de um rapaz de 25 anos que lhe perguntou se já fora viciado em heroína. “Alegadamente”, respondeu Nick Cave, fazendo rir o público. “Que conselho daria a uma pessoa de 25 anos que está a tentar curar-se?”, perguntou então o mesmo fã. “És tu?”, quis saber o músico. Perante a confirmação, retorquiu: “Bom, 25 anos...”, acabando por recomendar que o espectador procurasse os Narcóticos Anónimos. “Nunca pensei estar a fazer isto no palco da Ópera de Sydney”, brincou depois.

Segundo a mesma reportagem, Nick Cave acabou por sair uma hora antes do que estava previsto. “É difícil saber se [o abandono se deveu] a alguma coisa que alguém disse, ou a mera exaustão. Ainda assim, o espetáculo ofereceu momentos de uma ligação extraordinária”.