Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Baterista original dos Foo Fighters lança acusações graves sobre Dave Grohl

"É como se alguém tivesse arrancado uma parte de mim para trancar num armário"

William Goldsmith, o baterista original dos Foo Fighters, lançou graves acusações sobre o líder desta banda, Dave Grohl.

O músico (segundo a contar da esquerda, na foto) afirmou, nas redes sociais, que a culpa de não ter sido lançado um último álbum da banda emo Sunny Day Real Estate - da qual Goldsmith também fez parte - é de Grohl.

"O melhor álbum de sempre dos Sunny Day Real Estate continua silenciado, abandonado e enterrado nas profundezas turvas da gaveta das meias de Dave Grohl", disse.

"Alguma coisa tem que ser feita. Esta tragédia está a transformar-se em dores físicas. É como se alguém tivesse arrancado uma parte de mim para trancar num armário".

"Esta não é a primeira vez que me roubam a minha voz mas, agora, não foi apenas a mim que roubaram a música. Foi também às minhas crianças, e isso é imperdoável".

Mais tarde, William Goldsmith clarificou as suas afirmações, dizendo que "a gaveta das meias" é uma referência aos Estúdios 606, de Grohl. "Se soo irado é porque, infelizmente, o meu trabalho foi desprezado sem me explicarem o porquê", continuou. "Não estou a dizer que o Dave impediu, sozinho, que o disco saísse. Mas é dono do local onde este foi abandonado".

Não é a primeira vez que Goldsmith ataca Dave Grohl; em junho, o baterista afirmou que o líder dos Foo Fighters "violou" a sua criatividade, e no passado disse ter sido vítima de bullying por parte deste.