Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Estação de rádio censura canção 'Baby It's Cold Outside', por considerar que a letra é “manipulativa”

A decisão foi tomada no contexto do movimento #MeToo

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Uma estação de rádio do Ohio, nos Estados Unidos, retirou a canção 'Baby It's Cold Outside' da sua playlist, depois de vários ouvintes se queixarem da letra do clássico escrito em 1944.

À luz da sensibilidade de 2018, o tema, que assenta num diálogo entre homem e mulher, com o primeiro a tentar convencer a segunda a passar a noite em sua casa, é considerado “manipulativo e errado”.

Foram essas as palavras escolhidas por Glenn Anderson, radialista da Star 102 Cleveland, para justificar esta decisão.

“O mundo em que vivemos anda extremamente sensível e as pessoas ofendem-se facilmente, mas num mundo em que o movimento #MeToo finalmente deu às mulheres a voz que elas merecem, esta canção não tem lugar”, escreveu o radialista no seu blogue.

“A personagem da canção diz 'não' e ele responde: 'isso quer dizer sim?'”, defendeu Sondra Miller, de um grupo que presta auxílio a vítimas de violação, em Cleveland. “Em 2018, penso que sabemos que consentir é dizer 'sim' e que, se ouvirmos um 'não', temos de parar ali”.

Na sua página do Facebook, a estação de rádio levou o tema a votos e a maioria dos ouvintes é da opinião de que a canção, um clássico da época natalícia, não devia ser retirada da playlist.