Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

António Zambujo em estúdio

Rita Carmo

António Zambujo de regresso em novembro: conheça o nome do disco e todos os seus colaboradores

Gravado em três estúdios, com três produtores, o álbum inclui 14 temas da autoria de Márcia, Milton Nascimento, Aldina Duarte e Miguel Araújo, entre muitos outros, pode a BLITZ noticiar em primeira mão

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

O novo álbum de António Zambujo, nas lojas a 23 de novembro, terá por título “Do Avesso”, pode a BLITZ noticiar.

Produzido por Nuno Rafael, Filipe Melo e João Moreira, o sucessor de “Até Pensei que Fosse Minha” (2016) inclui 14 temas, 12 dos quais escritos por diversos colaboradores para António Zambujo (e, nalguns casos, em parceria com o próprio), bem como uma versão de 'Amapola', em espanhol, e outra de 'Fruta Boa', de Milton Nascimento.

Veja aqui a lista de canções e respetivos autores.

RETRATO DE BOLSO
Letra: Aldina Duarte
Música: António Zambujo

MULTIMILIONÁRIO
Letra e música: Jorge Benvinda

SEM PALAVRAS
Letra: João Monge
Música : Mário Laginha

MADERA DE DERIVA
Letra e música: Jorge Drexler

SE JÁ NÃO ME QUERES
Letra e música: Luísa Sobral

DO AVESSO
Letra e música: Rodrigo Maranhão

NÃO INTERESSA NADA
Letra e música: Márcia

CATAVENTO DA SÉ
Letra e música: Miguel Araújo
(Inspirado na música tradicional Acorda Maria Acorda)

AMOR DE ANTIGAMENTE
Letra e música: Paulo Abreu Lima

ARRUFO
Letra e música: Pedro da Silva Martins

MODA ANTIGA
Letra: João Monge
Música: António Zambujo

AMAPOLA
Letra e Música: José Maria Lacalle

FRUTA BOA
Letra e música: Milton Nascimento

ATÉ O FIM
Letra: Arnaldo Antunes
Música: Cézar Mendes

A Orquestra Sinfonietta de Lisboa participa em alguns dos temas de “Do Avesso”

A Orquestra Sinfonietta de Lisboa participa em alguns dos temas de “Do Avesso”

Rita Carmo

À BLITZ, António Zambujo disse acreditar que a participação da Orquestra Sinfonietta de Lisboa em alguns temas não irá comprometer o som geralmente “espaçoso” da sua música.

Menos é mais - partimos sempre desse princípio. Eu já tinha pensado que este disco teria de ser diferente. E segui um caminho diferente: acabámos por fugir do som acústico, do balanço brasileiro, e aproximámo-nos mais de outras influências. Entre o Tom Waits e o som brasileiro, mas não o mais tradicional - um disco que ouvimos muito e que partiu de base para este nosso disco foi o 'Cavalo', do Rodrigo Amarante. Se conseguires, na tua cabeça, fazer uma mistura entre Rodrigo Amarante e Tom Waits, um bocadinho de Paul McCartney e das fases mais caóticas do Caetano Veloso, consegues imaginar o meu disco”, ilustra o músico português.

“Do Avesso” chega às lojas a 23 de novembro, pela editora Universal.