Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Cat Power

“Quando tinha 20 anos, um amigo morreu de sida e o meu namorado era drogado. As coisas estavam negras”, confessa Cat Power

A cantautora falou sobre os seus discos preferidos à Pitchfork

Cat Power esteve recentemente à conversa com a Pitchfork, onde falou sobre os seus discos favoritos.

A cantautora elegeu álbuns de Bob Dylan, Miles Davis e Nina Simone, bem como dos Rolling Stones, cujo "Sticky Fingers" a marcou quando tinha apenas 20 anos de idade.

"Estava a viver em Nova Iorque, um amigo morreu de sida e o meu namorado era drogado. As coisas estavam negras", afirmou. "E depois o meu namorado deixou-me do nada. Senti-me abandonada. Ouvi a 'I Got the Blues' durante um mês".

Outro dos destaques é "Skeleton Tree", o último trabalho de Nick Cave com os Bad Seeds. "O Nick Cave teve sempre uma magia, é um defensor das pessoas e da humanidade, e há uma força enorme no que toca a interpretar estas canções com elegância, confiança e propósito", explicou. "Da primeira vez que o vi, sabia que havia algo de grandioso no mundo".