Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

R. Kelly

Getty Images

Ex-mulher de R. Kelly acusa-o de violência doméstica: “Só pensei: oh meu Deus, vou morrer aqui”

Andrea Kelly recorda momentos críticos do casamento, que durou 13 anos

Andrea Kelly, ex-mulher de R. Kelly veio a público acusar o cantor de violência doméstica. Em entrevista ao programa de televisão The View, a bailarina e coreógrafa de 44 anos recordou momentos críticos de um casamento que durou 13 anos: os dois artistas casaram-se em 1996, separaram-se em 2005 e o divórcio ficou finalizado em 2009.

Num dos incidentes revelados, que terá decorrido no banco de trás de um Hummer, Andrea diz ter pensado que ia morrer asfixiada: "disse-lhe 'Robert, vais matar-me. Não consigo respirar'. Só pensei: oh meu Deus, vou morrer no banco de trás deste Hummer". Outra discussão terá levado Kelly a amarrar as mãos e os pés da ex-mulher, contra a sua vontade, na cama, adormecendo de seguida.

A bailarina confessou também que chegou quase a tentar suicidar-se: "foi o meu momento mais negro... O facto de estar disposta a abandonar os meus filhos fez-me perceber que o melhor que tinha a fazer, por mim e pelos meus filhos, era deixá-lo". Em 2005, quando resolveu pedir o divórcio, Andrea diz que o músico lhe bateu, tendo, por isso, pedido uma ordem de afastamento.

O programa de televisão pediu a R. Kelly que comentasse as acusações, mas o músico não se pronunciou. Recorde-se que, no último ano, intensificaram-se as acusações de abusos sexuais, físicos e psicológicos contra o artista: além de sete mulheres se terem pronunciado contra ele, também as famílias de outras duas acreditam que elas foram obrigadas a integrar um "culto sexual" liderado por ele.

Kelly nega todas as acusações e a empresa que trata do seu agenciamento comparou as acusações a "linchamento público". Numa canção de 19 minutos lançada em julho passado, intitulada 'I Admit', Kelly canta "estou a ser falsamente acusado".

Desde os anos 90, o músico já foi a tribunal várias vezes responder a acusações semelhantes, com uma mulher a acusá-lo de ter mantido relações sexuais com ele quando era menor e imagens de pornografia infantil a serem encontradas em sua casa. Kelly nunca chegou a ser condenado. Recorde-se, ainda, que, em 1994, aos 27 anos, o músico casou ilegalmente, em segredo, com Aaliyah - cantora que viria a morrer em 2001 num desastre de aviação -, que tinha apenas 15 anos.