Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Machine Head próximos do fim após saída de guitarrista e baterista

Futuro incerto para a banda de metal norte-americana, que já anunciou uma tour de despedida

Os norte-americanos Machine Head poderão estar próximos do fim. Em causa está a saída de dois dos membros da banda, o guitarrista Phil Demmel e o baterista Dave McClain.

O anúncio destas saídas foi dado pelo vocalista Robb Flynn, num vídeo em direto no Facebook. Jared MacEachern, baixista, também poderá abandonar a banda - "mas ainda não tem a certeza", explicou Flynn.

O vocalista revelou ainda que a digressão norte-americana da banda se irá manter, tendo sido transformada numa tour de despedida desta formação. "Concordámos em fazer desta uma celebração da nossa música e deste período da banda", explicou.

Sobre os motivos que levaram à saída dos seus colegas, Flynn culpou-se: "Fui demasiado controlador em relação à banda, sufoquei estes tipos. Afastámo-nos musicalmente e enquanto pessoas", disse.

"Tenho um lado duro, que nos deu o sucesso que temos, mas que também magoou as pessoas à minha volta", continuou. "Uma força de vontade enorme, mas também muita raiva. Essa força alienou as outras pessoas na banda".

Robb Flynn pediu ainda aos fãs que respeitem as decisões dos demais membros, os quais elogiou: "Fizeram dos Machine Head uma banda melhor".

Sobre o futuro, tudo agora é incerto. "Estamos todos assustados. Eu estou. Vou olhar um pouco para dentro, tal como fiz no passado. Fiz terapia durante 20 anos e, aparentemente, não foi suficiente. Tenho de fazer mais 20", rematou.

Esta formação dos Machine Head durava desde 2002, ano em que Phil Demmel entrou para a banda. O quarteto lançou cinco álbuns de estúdio juntos, o último dos quais, "Catharsis", foi editado já este ano. Em março, a banda veio apresentá-lo a Portugal com dois concertos nos Coliseus de Lisboa e Porto.