Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Mãe de Demi Lovato fala sobre overdose da filha: “Durante dois dias, não soubemos se ela ia sobreviver”

A escritora garante que Demi Lovato já se encontra bem de saúde

Dianna De La Garza deu recentemente uma entrevista ao canal de televisão norte-americano Newsmax, na qual falou da overdose sofrida pela sua filha, a cantora Demi Lovato. A escritora crê que foram as orações dos fãs de Lovato a salvar a vida da filha. "Durante dois dias, não soubemos se ela ia sobreviver", afirma.

A progenitora da artista diz que quando chegou à sala de urgências "ela não me parecia nada bem. Estava em muito mau estado, mas eu disse-lhe 'Demi, estou aqui. Amo-te' e nesse momento ela respondeu-me 'e eu também te amo'. De aí em diante não me permiti pensar que as coisas não iam ficar bem. Rezei no caminho para o hospital. A minha fé é forte e acho que isso foi uma das coisas que me fez aguentar os dois dias seguintes, durante os quais ela esteve em estado crítico".

"Fiquei muito preocupada e tentei manter-me forte por ela, pelas irmãs dela, pela minha família, que estava em casa a perguntar-me o que se passava", continua ainda La Garza, "sinto que a razão pela qual ela está viva hoje se prende com os milhões de orações que foram feitas naquele dia, quando as pessoas descobriram o que se passava. Penso que ela já não estaria aqui se não fossem aquelas orações e os bons médicos".

Dois meses após a overdose, Demi Lovato já se encontra bem de saúde, garante ainda Dianna. Após receber alta do hospital, a cantora deu entrada numa clínica de desintoxicação.