Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Demi Lovato esteve entre a vida e a morte. Não existe previsão de alta médica

A cantora ainda se encontra internada, uma semana após a overdose

Demi Lovato ainda se encontra a recuperar no hospital, uma semana após a overdose de drogas que sofreu.

Segundo o website TMZ, a cantora está internada com febre alta e enjoos, entre outras complicações, não havendo previsão de quando obterá alta médica.

Fonte próxima de Demi Lovato disse a esse mesmo website que a cantora esteve "entre a vida e a morte", tendo sido encontrada inconsciente, na sua cama, pelos paramédicos.

Ainda não foi revelada qual a droga que Lovato terá tomado. No dia do seu internamento, especulou-se que a cantora pudesse ter sofrido uma overdose de heroína, mas tal foi desmentido pela família e amigos.

Entretanto, uma das dançarinas que acompanham a cantora, Dani Vitale, está a defender-se de críticas de fãs da cantora, que a acusam de ser "uma má influência".

"Eu não estava com ela quando tudo se passou", escreveu, referindo-se à overdose sofrida pela cantora na semana passada. "Estou com ela agora e, tal como vocês, não tenho senão amor por ela".

"Já há demasiado negativismo no mundo, não é preciso endereçá-lo às pessoas que se preocupam com a Demi", disse ainda.