Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Álvaro Covões: “A prioridade deste país é ter jornais desportivos e 'fast food' a 6%. O IVA na cultura é uma penalização” [VÍDEO]

“Os políticos não consideram a cultura um bem essencial”, afirma o diretor-geral da Everything New, que organiza o festival NOS Alive

"O IVA é tanto mais caro quanto os políticos achem que o bem não é essencial. E os políticos não consideram a cultura um bem essencial", afirma Álvaro Covões, diretor-geral da Everything Is New, em entrevista à BLITZ.

"A prioridade deste país é ter jornais desportivos e 'fast food' a 6%. O IVA na cultura é uma penalização", acrescenta o empresário que, enquanto impulsionador da Associação Portuguesa de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), reclama no próximo orçamento de estado o regresso do IVA cobrado aos espetáculos para níveis semelhantes aos do período pré-troika. Ou seja, a retoma da taxa de 6% contra os atuais 13% (taxa intermédia) impostos em 2012 - de fora, recorde-se, ficaram os livros, que mantém a taxa mínima.

Para ver no vídeo no topo desta página.