Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Paulo Bragança: “Nos festivais o cifrão não é para o nosso lado, é para o lado de lá” [VÍDEO]

Em entrevista à BLITZ, o fadista reconhece a vitalidade dos festivais mas não se diz particularmente satisfeito com a compensação por atuar nos mesmos

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

Paulo Bragança reconhece a vitalidade que os festivais vieram dar à cena musical portuguesa, em entrevista à BLITZ, mas ressalva: "não sejamos cínicos nem tapemos o sol com a peneira. Há aqui uma componente, o cifrão, que não é para o nosso lado. É para o lado de lá".

"Tudo bem, as bandas levam dinheiro e tudo o mais, mas não estou a falar de nada que ninguém saiba", continua o fadista, que acaba por reconhecer que prefere "fazer concertos em bons palcos, em grandes salas". Veja o vídeo acima.