Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Conheça a história de Trevor Wilson, o rapaz do vídeo de “Jeremy”, dos Pearl Jam, falecido no verão passado

O norte-americano tornou-se conhecido aos 12 anos mas acabou por seguir um caminho distante dos holofotes da fama, revela um longo artigo da Billboard

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Trevor Wilson, o protagonista do vídeo de "Jeremy", a canção lançada pelos Pearl Jam em 1992, faleceu no verão passado, durante umas férias em Porto Rico.

A história do norte-americano, que aos 12 anos começou por impressionar os autores do vídeo com a sua performance, é agora desvendada num artigo da Billboard, a propósito dos 25 anos da estreia do vídeo de "Jeremy".

Neste trabalho assinado por Gil Kaufman, Trevor Wilson é recordado por Mark Pellington e Tom Richmond, criadores do vídeo, bem como pelos seus pais.

"Andámos a filmar a horas malucas, em sítios muito estranhos na floresta, com as luzes a ofuscar-lhe a cara. E ele tranquilo. Não se punha com risinhos nem pedia doces. Parecia um velho profissional, era quase esquisito", conta Tom Richmond.

Apesar dessa naturalidade frente às câmaras, Trevor Wilson nunca tinha representado antes - e, apesar do enorme êxito do vídeo de "Jeremy" e do álbum Ten, não voltaria a dedicar-se às artes do espetáculo.

Neste artigo, desvenda-se que Trevor Wilson acabou por estudar Relações Internacionais e teve uma carreira ao serviço das Nações Unidas, chegando a trabalhar no Egipto.

Pouco impressionado com a fama instantânea que se seguiu à estreia do vídeo de "Jeremy", o jovem seguiu um caminho que pouco ou nada teve a ver com a representação. Contudo, os Pearl Jam, que o chamaram ao palco nos prémios da MTV em 1993, quando receberam quatro troféus pelo vídeo de "Jeremy", mostraram-se sempre disponíveis para passar tempo com ele ou oferecer-lhe bilhetes para qualquer um dos seus concertos.

Dias antes de morrer, Trevor Wilson escreveu à mãe, Diane, dando-lhe conta dos seus pensamentos. "Mãe, nem acredito que vou fazer 37 anos. Para onde foram os anos? Nem acredito como a vida é séria".

Dez minutos antes de se afogar, numa praia de Porto Rico, falou com a mãe ao telefone, dizendo-lhe que planeava encontrar-se com um primo.

Ao vê-lo boiar, um homem que estava na praia e que tinha formação como nadador-salvador tentou socorrê-lo, mas era tarde demais. Neste mesmo artigo, o pai de Trevor lembra que sempre se preocupara com a possibilidade de o filho, que não nadava muito bem, se afogar.

Os Pearl Jam tiveram conhecimento da morte do seu antigo colaborador e Eddie Vedder terá mostrado interesse em criar algo a partir da poesia que Trevor Wilson deixou.

"Cresci na Jersey Shore, o Eddie cresceu no mar, enquanto surfista que é", diz Mark Pellington. "O facto de o Trevor se ter afogado acabou por nos dizer muito, de forma abstrata".

O artigo da Billboard pode ser lido na íntegra aqui.