Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

O segredo de “Despacito”

Um produtor explica quais as razões que estão na base do sucesso de “Despacito”, o maior êxito de 2017

"Despacito" é, sem sombra de dúvida, o grande êxito de 2017. O tema de Luis Fonsi e Daddy Yankee, e em cuja remistura colabora Justin Bieber, é "campeão" em plataformas como o YouTube e o Spotify.

Há várias razões pelas quais "Despacito" se tornou num êxito. E algumas delas foram explicadas por Nahúm Garcia, músico e produtor, que desvendou os "segredos" que estão na base da canção.

Diz Garcia que está tudo na forma como o ritmo é quebrado antes do refrão. "É essa a chave [para o sucesso] da canção", explica.

À medida que os músicos cantam "Des-Pa-Cito", há uma pausa na canção, o que origina uma quebra no ritmo - passando a primeira a estar fora de tempo, o que vai contra todas as convenções de composição.

Como o mostram os testes de Garcia, durante a produção de "Despacito" o fluxo de trabalho do software utilizado na composição da canção foi intencionalmente quebrado. Técnicas como a síncope não são incomuns, mas normalmente a batida é alterada de forma a que encaixe na canção.

Em "Despacito", essa mesma batida já se encontra completamente quebrada, permitindo que a letra seja livremente esticada, desaguando num coro fora de tempo.

Ao passo que uma canção dita "normal" vê o seu interesse esmorecer após algumas audições, uma composição como "Despacito" anula esta tendência através do seu ritmo anómalo. Por outras palavras, é como se a estivéssemos a escutar pela primeira vez, em cada audição.