Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Ariana Grande

Fãs de Ariana Grande e a vida após o atentado: “É importante que nos mantenhamos juntos”

Grupos de fãs de Ariana Grande, nas redes sociais, procuram agora recompor-se

Após o atentado de Manchester, na passada segunda-feira, grupos de fãs da cantora Ariana Grande espalhados por todo o mundo uniram-se para se apoiarem mutuamente.

Ryan Dizon, um jovem canadiano de 17 anos que dirige uma conta no Twitter intitulada Ariana Grande Today, onde partilha notícias relacionadas com a cantora, disse à Rolling Stone que o atentado deixou os fãs "desolados".

"Estivemos sempre com a Ariana e a equipa dela no pensamento. Eles são a razão pela qual somos uma família. É importante que nos mantenhamos juntos", afirmou, na ressaca do ataque.

O jovem recordou, ainda, a "confusão" que se seguiu à queda nas redes das primeiras informações sobre o atentado. "Não sabíamos quem eram [as vítimas]. Podia ser um dos nossos amigos na internet", disse.

Da mesma forma que estas comunidades virtuais se ergueram para juntar os fãs de Ariana Grande, serviram para auxiliar os familiares dos desaparecidos. Não apenas isso: também prestaram homenagem às vítimas, juntando-se para lançar balões rosa em Manchester ou protagonizando um "minuto de silêncio digital", no qual os fãs da cantora de abstiveram de fazer uma publicação no Twitter durante 25 minutos.