Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

As outras vítimas de Seattle e do grunge: de Kurt Cobain a Andrew Wood e Layne Staley

Algumas das grandes figuras do movimento que abalou o rock partiram demasiado cedo

A morte de Chris Cornell deixou ainda mais vazio o grunge, movimento que abalou o rock no final dos anos 80 até meados da década seguinte e que já viu partir, ao longo destes anos, algumas das suas maiores figuras de proa.

A "razia" terá começado, grosso modo, com a morte prematura de Andrew Wood, em 1990, ele que era vocalista dos Mother Love Bone e que faleceu devido a uma overdose de heroína.

Se é verdade que nenhuma outra morte teve o mesmo impacto mediático que a de Kurt Cobain - que ainda hoje cria ondas de choque -, o grunge já perdeu muitos dos seus filhos: Layne Staley, Scott Weiland e, agora, Cornell.

Confira aqui a lista das demais "vítimas" do som de Seattle:

Andrew Wood, Mother Love Bone, overdose [1990]

Mia Zapata, The Gits, homicídio [1993]

Kurt Cobain, Nirvana, suicídio [1994]

Kristen Pfaff, Hole, overdose [1994]

Shannon Hoon, Blind Melon, overdose [1995]

Layne Staley, Alice In Chains, overdose [2002]

Karl Mueller, Soul Asylum, cancro [2005]

Mike Starr, Alice In Chains, overdose [2011]

Rick Parashar, produtor dos Pearl Jam, Alice In Chains e Temple of the Dog, causas naturais [2014]

Scott Weiland, Stone Temple Pilots, overdose [2015]