Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Father John Misty termina tour em Portugal: “Vou andar na estrada com cordas e sopros”

Em novembro, o norte-americano toca em Lisboa. Saiba quem fará a primeira parte e saiba o que esperar do concerto

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Amanhã, chega às lojas Pure Comedy, o terceiro disco de Father John Misty.

O norte-americano virá a Portugal apresentá-lo em novembro, com um concerto no Coliseu de Lisboa, no dia 20.

O espetáculo está inserido nas comemorações dos 15 anos da rádio Radar e os bilhetes são postos à venda a 12 de abril.

Pouco depois do anúncio do concerto de Lisboa, foram reveladas as outras datas de uma digressão que passa pelos Estados Unidos, México, Japão e vários países da Europa até terminar no Coliseu de Lisboa (até agora, a última data da tournée).

Em Portugal, a primeira parte do concerto caberá a Natalie Merling, mais conhecida por Weyes Blood (que, num recente Q&A com fãs no Twitter, Misty disse ter feito o seu disco favorito de 2016).

Jenny Lewis, Phosphorescent, Hamilton Leithauser, ex-The Walkmen e Tim Heidecker, de quem Tillman tocou uma versão de "Trump's Pilot" recentemente, em Amesterdão, asseguram a primeira parte de alguns dos outros espetáculos.

Entretanto, em entrevista à BLITZ, que pode ler na edição de maio, nas bancas a 28 de abril, Father John Misty antecipa os concertos da digressão em promoção de Pure Comedy.

"Penso que as novas canções vão soar muito bem ao vivo. No último disco [I Love You Honeybear, de 2015], pensei: como é que vamos reproduzir este som enorme? Em muitos aspetos, o novo disco é muito minimal. Os momentos mais poderosos, como 'Pure Comedy' ou 'When The God of Love Returns There’ll Be Hell To Pay', são só piano e voz. Mas vou andar em digressão com uma secção de cordas e uma secção de sopros", revelou.