Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Bruce Springsteen volta a gozar com Trump, durante concerto na Austrália

O músico dedicou uma canção ao Presidente dos Estados Unidos, em mais um espetáculo na Austrália

Bruce Springsteen voltou a troçar de Donald Trump, em novo concerto na Austrália. Em Melbourne, na passada quinta-feira, o músico dedicou uma canção ao novo Presidente dos Estados Unidos e ao Primeiro-Ministro australiano, Malcolm Turnbull.

A dedicatória de Springsteen surge após vários jornais, de todo o mundo, terem dado conta da "tensão" existente entre Trump e Turnbull durante o telefonema em questão, que envolveu a questão dos refugiados e um compromisso assinado por Barack Obama e o país da Oceânia.

Donald Trump referiu, mesmo, que este havia sido "o pior telefonema de sempre" e prometeu rever o acordo em questão. Daí a canção escolhida por Springsteen como "homenagem": "Don't Hang Up", canção de 1962 do grupo The Orions.

O músico chegou, até, a pedir desculpa ao público australiano: "Hoje, somos Americanos envergonhados perante vós. Esta canção é uma mensagem lá para casa. Viemos de uma terra de emigrantes", disse.

Veja aqui o vídeo: