Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Beastie Boys organizaram manifestação depois de parque dedicado a Adam Yauch aparecer vandalizado com suásticas

Manifestação juntou centenas de pessoas em Nova Iorque, no parque que tem o nome do falecido músico

Uma manifestação organizada por Ad-Rock e Mike D, os membros sobreviventes dos Beastie Boys, juntou centenas de pessoas em Nova Iorque, no passado domingo, num parque dedicado a Adam Yauch (MCA), falecido em 2012.

A manifestação foi marcada após o parque em questão ter sido vandalizado, tendo sido pintadas algumas suásticas e mensagens de apoio a Donald Trump, recentemente eleito como o próximo presidente dos Estados Unidos.

Segundo o senador Daniel Squadron, do Partido Democrata, que discursou na manifestação e falou depois à Rolling Stone, desde a eleição de Donald Trump que os casos de discriminação racial e de xenofobia têm aumentado naquela zona de Brooklyn.

Os manifestantes empunharam cartazes repudiando o novo presidente dos EUA, posicionando-se contra o ódio e recorrendo também a temas dos Beastie Boys para espalhar a sua mensagem, como "No Sleep 'Til No Hate in Brooklyn".

Falando à multidão, Adam Horovitz (Ad-Rock) afirmou que "pintar suásticas num parque infantil é doentio" e recordou o falecido colega. "Foi alguém que ensinou, através da sua música, [o caminho da] não-violência", declarou. Veja aqui o discurso do músico: