Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Kanye West confessa: “Teria votado em Trump”

O rapper não votou nas eleições presidenciais norte-americanas mas revelou, num concerto, em quem teria votado se tivesse ido às urnas

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Kanye West foi vaiado num concerto que deu em San Jose, na Califórnia, depois de revelar ao público presente que não votou nas eleições presidenciais dos Estados Unidos - mas que, se o tivesse feito, teria votado em Donald Trump.

No discurso que proferiu a certa altura, o hip-hopper voltou a afirmar que deseja concorrer à Casa Branca em 2020 e demonstrou apreço por alguns aspetos da candidatura de Donald Trump, que recentemente venceu as eleições norte-americanas.

"Já vos disse que não votei. Mas, se tivesse votado, teria votado em Trump", afimou.

Veja aqui esse momento, partilhado por alguns utilizadores do Twitter:

Na mesma noite, Kanye West elogiou a estratégia "de génio" de Donald Trump, "porque resultou", e argumentou que os Estados Unidos são um país racista, realidade que os norte-americanos negros devem reconhecer, deixando de se "concentrar" nesse facto.

Segundo alguns comentários feitos no concerto, West vem apoiando Trump há algum tempo, mas terá sido aconselhado a não revelar publicamente esse apoio antes das eleições.

Quanto aos planos de concorrer às presidenciais em 2020, o artista argumenta: "Os rappers são os filósofos do momentos, as celebridades é que detêm toda a influência. Olhem só para o Presidente [eleito]: não era da política e ganhou!".