Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Tom Petty assume consumo de heroína

O músico norte-americano revelou o seu vício numa nova biografia.

Tom Petty assumiu, numa nova biografia, ter sido viciado em heroína nos anos 90. Petty: The Biography será editada em novembro e é escrita por Warren Zanes. Esta é a primeira vez que o músico fala abertamente do seu vício em drogas. Apesar de não ser uma biografia oficial, a mesma tem o apoio de Tom Petty e foi escrita após uma série de entrevistas com o guitarrista. Segundo Zanes, "ele [Tom] não queria oficializar a biografia porque crê que isso [o ser oficial] não quer dizer nada". Tom Petty leva já 45 anos de carreira e inúmeros discos realizados tanto a solo como com os Heartbreakers, a banda pelo qual é mais conhecido. O músico viciou-se em drogas relativamente tarde, tendo começado por volta dos 40 anos. "Ele é um rock and roller. Encontrou-se com pessoas que consumiam heroína, e chegou a um ponto na sua vida em que não sabia o que fazer com a dor que sentia", explicou Zanes. O escritor revelou ainda que Petty estava preocupado com o impacto que esta revelação poderia ter nos fãs mais jovens, o que o levou a pensar bem antes de assumir o consumo. O escritor ter-lhe-à respondido que, mais que romantizar o vício, Petty estaria a desaconselhá-lo.