Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Tidal, serviço de streaming de Jay-Z, não chega ao top 700 do iPhone

A aplicação foi lançada em alta, mas já perdeu terreno para os rivais Spotify e Pandora.

O Tidal, serviço de streaming anunciado por Jay-Z há pouco menos de um mês e que pretende ser uma alternativa mais justa para os artistas em termos de royalties, continua a desiludir. A plataforma já não faz sequer parte do top 700 das aplicações mais descarregadas para o iPhone.

Por oposição, as plataformas rivais Spotify e Pandora continuam a crescer. Desde o início que o Tidal tem sido criticado por não oferecer uma subscrição gratuita. Ao mesmo tempo, o facto de ser apoiado por grandes celebridades como Madonna, Chris Martin e Kanye West foi mal visto por grande parte dos utilizadores destes serviços, que o encararam como um "capricho" das superestrelas da música.

Nas últimas semanas, o Tidal procedeu a uma redução de pessoal, despedindo inclusivamente o seu CEO, e corre a informação de que Jay-Z e Jack White estariam a ligar pessoalmente aos seus subscritores, agradecendo-lhes a escolha pelo serviço. PAC