Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

The War on Drugs hoje no Vodafone Paredes de Coura: "Por mim toco todos os dias, detesto dias de folga"

O líder da banda norte-americana, Adam Granduciel, falou com a BLITZ há um ano, antes de ver o álbum Lost in the Dream ser eleito um dos melhores de 2014.

Os War on Drugs são os cabeças de cartaz deste terceiro dia de Vodafone Paredes de Coura, entrando em palco às 00h45. Há um ano, a BLITZ falou com o líder do projeto norte-americano, Adam Granduciel, que se encontrava em Portugal para atuar no NOS Alive'14. Leia abaixo um excerto da entrevista.

Para Adam Granduciel, andar em digressão é compensador, mas também exigente: "Para mim, começa a ser emocionalmente esgotante", deixa escapar, antes de explicar que chegara de Filadélfia na véspera e não conseguira pregar olho em Lisboa. "Eu adoro é tocar, a melhor parte de andar na estrada é mesmo essa. Por mim toco todos os dias, detesto dias de folga!", ri. "Temos dois dias de folga em Lisboa e toda a gente me diz: vai passear, vai à praia, e eu: pois, mas preferia tocar!". Da primeira passagem por Lisboa, em maio de 2012, o músico recorda sobretudo a participação de Elliott Levin, o saxofonista de jazz, também de Filadélfia, que estava em Portugal  nessa noite e, depois de atuar na loja Trem Azul, deu um saltinho ao Musicbox para improvisar com os War on Drugs.

Entrevista realizada por Lia Pereira e publicada na BLITZ de setembro de 2014.