Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

The Juan Maclean: quando o NOS Primavera Sound é uma pista de dança

Projeto eletrónico norte-americano sofreu ontem com uma certa debandada pós-Interpol. Caribou, em fim de noite, prolongou os instintos dançáveis mas não se deixou fotografar.

O concerto dos Interpol foi, decididamente, aquele que reuniu uma plateia mais numerosa no anfiteatro do palco NOS - o estatuto de cabeça de cartaz assim o explica. Quem veio só para os Interpol, terá regressado à base quando o concerto dos nova-iorquinos findou (o caminho para a saída começou a ser mais usado), mas muitos também aproiveitaram para pôr a alimentação em dia nas várias bancas temáticas que o festival oferece - solução muito bem-vinda para quem já não pode ver bifanas e cachorros à frente. Naturalmente, a multidão viu-se, subitamente, mais reduzida e quem sofreu, de imediato, com o êxodo foram os norte-americanos Juan Maclean, gente da eletrónica para fazer mexer corpos que, no palco Super Bock, incitaram à dança. A guitarra de MacLean e a voz de Nancy Whang juntaram-se a um aparato house e o povo, que depois rumaria ao mais avantajado palco NOS para ver um Caribou avesso a câmaras fotográficas profissionais, queimou as devidas calorias.
The Juan Maclean
1 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
2 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
3 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
4 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
5 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
6 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
7 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
8 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
9 / 10

The Juan Maclean

The Juan Maclean
10 / 10

The Juan Maclean