Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Super Bock Super Rock começa na quinta-feira: conheça as novidades

Esta tarde foi inaugurada a exposição de fotografia dos 20 anos do Super Bock Super Rock, com curadoria de Rita Carmo da BLITZ, e apresentado o recinto à imprensa.

75 mil metros quadrados de recinto vedado, albergando quatro palcos: é este o novo cenário do festival Super Bock Super Rock, que começa na próxima quinta-feira, 16 de julho, no Parque das Nações, em Lisboa. Depois de vários anos no Meco, um dos festivais mais veteranos de Portugal regressa então a Lisboa, oferecendo aos espectadores música em quatro palcos. Na Meo Arena (ex-Pavilhão Atlântico) fica o palco principal (palco Super Bock Super Rock), que este ano contará com uma novidade: Stimulus, que aposta na representação da música através do espaço, da geometria e da luz. Uma criação dos portugueses FAHR 021.3, a estrutura metálica suspensa é composta por mais de 20 mil leds. O palco EDP fica junto ao Pavilhão de Portugal, com o público "abrigado" à sombra da respectiva pala. Ali mesmo ao lado, no rio Tejo, estarão os Flyboardriders, fazendo manobras e acrobacias na água. Também na Meo Arena, mais precisamente na Sala Tejo, funcionará o palco Carlsberg, ao passo que o palco Antena 3 estará localizado no exterior da Meo Arena, do seu lado esquerdo (para quem estiver voltado para o rio). Na apresentação do festival, Luís Montez, da Música no Coração, explicou que, para cumprir a lei que proíbe a venda de álcool a menores de 18 anos, serão colocadas, à entrada do recinto, pulseiras nos maiores de idade. A zona das casas-de-banho será melhorada e quanto à restauração, às habituais ofertas de fast food juntam-se este ano dois dos restaurantes do Parque da Nação, que ficarão no perímetro do festival. Entre 16 e 18 de julho as portas abrirão às 15h; quanto à saída, deverá ser aberta a saída de emergência no final da noite, para ajudar a escoar os espectadores. No exterior da Meo Arena os mais aventureiros poderão fazer salto, sem corda, para um colchão, e no interior da sala a lotação será de 20 mil pessoas (13 mil na plateia). Luís Montez garantiu ainda que haverá wi fi gratuito em todo o recinto, "até à Gare do Oriente". Por falar em transportes, o reforço de oferta dos mesmos verifica-se nos comboios urbanos de Lisboa (Lisboa-Oriente, com partidas às 3h e às 5h, e Cais do Sodré-Cascais, com partida às 3h30); no metro (reforço de todas as linhas); e na Carris (autocarro grátis em parceria com o festival, com saídas da Gare do Oriente entre as 1h30 e as 5h).  O horário das bilheteiras e de troca de pulseiras é das 10h às 20h (dia 15) e das 10h às 02h (dias 16, 17 e 18). Patente a partir de hoje, no Pavilhão de Portugal, está a exposição 20 Anos de Super Bock Super Rock, com curadoria de Rita Carmo, fotógrafa da BLITZ, e fotografias de quase 20 fotógrafos.