Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rumores sobre a vinda dos Guns N'Roses a Portugal intensificam-se

Agora é a Dish Nation que anuncia faltarem poucos dias para o anúncio da digressão que junta a formação Axl Rose e Slash.

O magazine online Dish Nation anunciou ontem faltarem "poucos dias" para ser anunciada a digressão mundial que voltará a reunir a formação dos Guns N'Roses que gravou o álbum "Appetite for Destruction". O disco cumprirá 29 anos em 2016. As notícias sobre este regresso tem-se avolumado nos últimos dias, circulando informações concretas sobre concertos na Argentina, Suécia, Austrália e Portugal. A fonte da Dish Nation é do "meio musical", mas segue-se a algumas mesnagens crípticas colocadas anteontem na conta oficial dos Guns N'Roses no Twitter. "What ever happened to no news is good news?" perguntava o gestor da conta. O certo é que outras fontes muito próximas da banda têm dado como confirmado o regresso da formação que juntou Axl, Slash, Duff McKagan, Izzy Stradlin e Matt Sorum. É o caso de Scott Weiland, que partilhou os Velvet Revolver com Slash, John Murdy, um amigo pessoal de Slash em declarações ao Daily Mirror, ou de Brandi Glanville, amiga de Susan Holmes-McKagan, mulher de Duff McKagan. Foram porém as declarações de Slash que colocaram a reunião em cima da mesa quando, há meses, numa entrevista à CBS disse que "já não há qualquer animosidade" entre ele e Axl Rose. "Com o tempo, ficámos todos cansados dessa nuvem negra". A mesma fonte da Dish Nation garante que há promotores em todo o mundo a trabalhar numa digressão mundial dos Guns N'Roses.