Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Roger Waters: 'Donald Trump é extremamente burro, sempre foi e sempre será'

O criador de The Wall atirou farpas ao potencial candidato republicano. Pink Floyd são capa da BLITZ deste mês.

Em entrevista à Rolling Stone, Roger Waters "atirou-se" a Donald Trump, descrevendo o potencial candidato às eleições presidenciais americanas como "um compêndio de tudo o que pode ser considerado mau". "As suas ideias não são exóticas. É a loucura do extremismo americano apresentada debaixo do guarda-chuva da ignorância absoluta. Ele é extremamente burro, sempre foi e sempre será. Vive na ilusão de que é admirável, de alguma maneira. E, torna-se óbvio para alguém como eu, representa tudo o que não é admirável na sociedade americana", afirmou. "A imprensa mainstream [na América] tende a reportar uma secção de ideias e pontos de vista muito limitada. Por isso, é perfeitamente compreensível por que razão as pessoas acreditam no absurdo de Donald Trump. É importante para o 1 por cento [de ricos] propagar e disseminar estas teorias e crenças de forma a manter o controlo das coisas. É roubo organizado a um nível gigante, a uma escala enorme, e é muito eficiente e organizado", concluiu. Da lista de músicos que são opositores da política de Trump contam-se também músicos como Neil Young e os R.E.M., entre outros. Os 50 anos da formação dos Pink Floyd fazem capa da BLITZ deste mês, já nas bancas. A chegada de Rattle That Lock, o novo álbum a solo de David Gilmour é também oportunidade para falarmos com o veterano inglês que já não quer ouvir falar... dos Pink Floyd (e que, de certa maneira, decretou o seu fim). O documentário de Roger Waters sobre a digressão The Wall, entre 2010 e 2013, o nascimento do clássico Wish You Were Here, há quarenta anos, e a extinção do "diamante" Syd Barrett completam este especial de 19 páginas.