Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Quanto faturaram este ano as velhinhas 'Last Christmas' e 'All I Want For Christmas Is You'?

São as canções que regressam todos os Natais - de Mariah Carey a Wham! ou Pogues - e continuam a dar dinheiro a quem as fez e as publicou.

"Last Christmas" é uma das canções mais ouvidas por esta altura desde que dourou o Natal de 1984. A canção já vendeu mais de 1,8 milhões de cópias em todo o mundo (dados da OCC, Official Charts Company) e este ano os seus royalties são avaliados em mais de meio milhão de euros (de acordo com o calculador de royalties da Prezzybox). E aqui está ela uma vez mais:
Os Pogues, que em 1987 se juntaram a Kirsty McCool para "Fairytale of New York" também não se poderão queixar. De acordo com o algoritmo deste retalhista online (que contempla royalties mecânicas, direitos performativos, sincronização, música em pautas e os combina com rádio, online e televisão), a banda de Shane McGowan terá ido buscar, até ao momento, quase 800 mil euros. Claro que uma boa parte é distribuída por terceiros (inclusive a grande fatia da editora), mas já deu para o músico irlandês ter posto uns dentes novos. A canção, essa, já é eterna.
Mais modesto é o impacto este ano de "All I Want For Christmas Is You", que ainda assim já rendeu 50 milhões de dólares no passado. Em 2015, a canção em que a cantora norte-americana partilha créditos com o compositor Walter Afanasieff vai em 489 mil euros. Outros exemplos podem ser atestados aqui.