Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Qual é o país que tem os bilhetes mais baratos para os concertos de Adele?

Um suíço terá de despender 82 euros, mas há um país em que o bilhete mais barato custa pouco mais de metade deste valor.

E a resposta é... Portugal. Um lugar no Balcão 2 da MEO Arena, em Lisboa, custa 45 euros, o preço mais baixo em toda a Europa para assistir a um concerto da cantora inglesa. 21 e 22 de maio são as datas. No Reino Unido, onde Adele dará dez concertos, o ingresso mais económico ficará por 49 euros, mas quem quiser vê-la na capital inglesa tirará mais 14 euros da carteira pelo lugar menos garboso da sala. Na vizinha Espanha, 56 euros é o mínimo, valor não muito distante do praticado nas mais prósperas Suécia e Noruega (58 euros). Mais pesado na carteira ficará o bilhete mais barato na Dinamarca, 80 euros. Ainda mais caro só em Zurique, na Suíça, onde quem quiser ver Adele cantar "Hello" dirá "adeus" a 82 moedas de euro. A meio caminho fica a Itália. Em Verona, ver Adele custa, no mínimo, 69 euros, ainda assim um preço superior ao praticado na Benelux (ou na "Bene", que o Luxemburgo fica de fora): na Bélgica, 61,50; na Holanda 64,50. Com seis concertos previstos, a Alemanha é o país onde Adele cantará mais vezes na primavera de 2016. Não obstante, o bilhete com o preço mais "módico" será arrematado por 75 euros. Adele está na capa da BLITZ de dezembro, já nas bancas.