Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Perna partida de Dave Grohl obriga Foo Fighters a cancelar Glastonbury

A banda norte-americana era cabeça-de-cartaz do primeiro dia do festival britânico. Datas na Wembley Arena também foram anuladas.

Os Foo Fighters viram-se obrigados a cancelar o concerto que iam dar no festival britânico de Glastonbury devido à perna partida de Dave Grohl. O líder da banda norte-americana caiu de palco no fim de semana passado, na Suécia, e está neste momento a recuperar, pelo que os médicos o aconselharam a parar.

Também as datas que a banda tinha marcadas para o Estádio de Wembley (esta sexta e sábado) e concertos na Escócia e Bélgica tiveram de ser anuladas. Num comunicado oficial, os Foo Fighters explicaram que o vocalista foi operado na segunda-feira e que não se sabe quanto tempo demorará a recuperar:

"Devido a lesões provocadas pela queda do Dave Grohl durante um concerto dos Foo Fighters a 12 de junho no Estádio Ullevi em Gotemburgo, na Suécia, os médicos aconselharam o cancelamento das restantes datas da banda no Reino Unido e Europa", lê-se.

Também o próprio Grohl já falou sobre o assunto no site oficial do grupo, pedindo desculpa aos fãs pelos cancelamentos: "os meus médicos aconselharam-me a descansar durante uns tempos. O mais importante agora é eu recuperar da cirurgia, manter a perna elevada para acabar com o inchaço e prevenir quaisquer infeções ou complicações que provoquem danos a longo prazo. Ainda não está tudo bem, amigos...".

Até ao momento, a organização de Glastonbury ainda não anunciou um substituto para os Foo Fighters, que eram cabeças-de-cartaz do primeiro dia do festival, divulgando apenas a notícia do cancelamento no Facebook oficial. Veja abaixo o vídeo da queda de Grohl na Suécia.
Foto: Getty Images