Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Patrick Watson: 'A ciência é mais calorosa e bela do que a maioria das religiões'

O novo disco do músico canadiano sai na próxima terça-feira. Leia aqui parte da sua entrevista à BLITZ.

O cantor e compositor Patrick Watson é um dos entrevistados da BLITZ de maio, já nas bancas (capa: Metallica). Em Lisboa para promover o novo Love Songs For Robots, nas lojas a 12 de maio, o músico do Quebeque, no Canadá, falou sobre o seu trajeto mas também sobre ciência, religião e ficção científica. Leia aqui parte da entrevista de Patrick Watson à BLITZ. Para consultar na íntegra a entrevista, com fotos exclusivas, veja a BLITZ de maio, já nas bancas. "Não sei dar nome à sensação de estar inspirado. É como Deus - não há descrição possível. A palavra "inspiração" é tosca e vaga. Mas eu não sou cientista, sou cantor e toco piano, não posso levar-me demasiado a sério. Hoje em dia é difícil falar de espiritualidade sem que as pessoas, que são muito cínicas, façam pouco de nós. Mas quando leio sobre Física, ou quando ouço o Stephen Hawking a falar, sinto que essas conversas preenchem em mim o buraco [da espiritualidade]. Há quem ache essas ideias estranhas muito frias e científicas; para mim, é tudo mais caloroso e mais belo do que a maioria das religiões".