Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Patrão do Apple Music diz que 'As mulheres têm dificuldades em encontrar música' e a internet cai-lhe em cima

Jimmy Iovine pediu desculpa pela "escolha de palavras" mas já levou com o rótulo de sexista.

Jimmy Iovine, patrão do serviço de streaming Apple Music, está a ser criticado nas redes sociais pelas suas declarações "sexistas" num programa de televisão norte-americano: "sempre soube que as mulheres às vezes - algumas mulheres - têm dificuldades em encontrar música".

O responsável defende depois que o Apple Music tem forma de ajudar as mulheres: "é mais fácil com playlists, criadas por pessoas reais". Explicando como teve essa ideia, Iovine acrescenta: "pensei num problema: as raparigas sentam-se juntas para falar sobre rapazes ou a queixarem-se de rapazes, quando eles lhes partem o coração ou o que seja. E precisam de música para isso, certo? É difícil encontrar a música certa. Nem toda a gente conhece um DJ".

Um pedido de desculpas chegou entretanto em comunicado: "criámos o Apple Music com o intuito de ser mais fácil para toda a gente encontrar a música certa - homens e mulheres, novos e velhos. A nossa nova campanha centra-se nas mulheres, por isso é que respondi daquela forma, mas claro que o mesmo se aplica aos homens. Poderia ter escolhido melhor as minhas palavras e por isso peço desculpa".

A campanha publicitária conta com a participação de Mary J Blige e as atrizes Taraji P. Henson e Kerry Washington. Veja a declarações de Iovine no vídeo abaixo. 

Foto: Getty Images