Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Os Blur fizeram terapia para sanar divergências, garante Graham Coxon

Guitarrista revelou que a banda inglesa, que em breve regressará aos discos, procurou ajuda profissional antes da reunião para concertos em 2009.

De acordo com Graham Coxon, os Blur foram a um terapeuta antes de decidirem reunir-se, em 2009. O especialista tê-los-á ajudado a sanar as divergências que existiam no seio da banda. A revelação foi feita numa entrevista à revista Mojo. Na mesma, Coxon admitiu ter dito "algumas coisas estúpidas na imprensa" após a sua saída, em 2002, por alturas de Think Tank. "Nos meus últimos anos nos Blur, sentia que não éramos bons amigos - todos tínhamos as nossas vidas, os nossos problemas", acrescentou. Magic Whip, que marcará o regresso dos britânicos aos discos, agiu como uma espécie de mediador. Para Coxon, o álbum ajudou-o a "fazer as pazes" com o vocalista Damon Albarn. "A nossa amizade foi testada, como qualquer amizade entre duas pessoas de uma banda. Este disco é uma forma de dizer "desculpa por ter sido um chato nos últimos vinte anos"", explicou. Os Blur reuniram-se em 2009 após um hiato, tendo passado por Portugal em 2013, quando atuaram no Optimus Primavera Sound. Este ano, voltam ao país para um concerto a ter lugar no Super Bock Super Bock, em Lisboa, a 17 de julho.