Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

O Sol da Caparica: Dengaz participa nos concertos de Marcelo D2 e Richie Campbell

Foi o artista que mais vezes subiu ao palco na noite de ontem: depois de ter atuado no palco BLITZ, Dengaz participou nos concertos de Marcelo D2 e Richie Campbell, provocando agitação em ambos.

A presença de Marcelo D2 e Dengaz no mesmo festival e em horários diferentes já fazia antever uma participação em conjunto para "Tamojuntos", êxito que tem feito algum sucesso nas rádios e onde podemos encontrar os dois rappers a partilhar rimas. Guardado para a reta final do concerto, o momento que juntou os dois artistas em palco acabou por ser o mais aplaudido e o mais bem recebido pelo público (igualando, por exemplo, a euforia gerada com a interpretação de "Qual É?"), não só por uma questão de familiarização com a música, mas também pelo facto de o rapper português ter pisado o palco com um dos seus maiores ícones - "eu passei grande parte da minha vida a ouvir este gajo", disse Dengaz a certa altura.  

A procura da batida perfeita é quase uma missão de vida para Marcelo D2, e o seu mais recente álbum, Nada Pode Me Parar, editado em 2012, de onde podemos retirar temas como "Danger Zone", "Você Diz Que Amor Não Dói", "Eu Tenho Poder", todos eles interpretados na noite de ontem, é um excelente exemplo disso. O imaginário vasto e indefinido do artista brasileiro consegue ir do samba à bossa nova, e do hip hop à soul. Mas também ao metal - a sua t-shirt alusiva ao And Justice For All, dos Metallica, juntamente com uma passagem quase a la Beastie Boys pelos temas de Planet Hemp foram verdadeiras armas do crime. Por mais hip-hop que lhe corra nas veias, há sempre uma atitude rock dissolvida nas interpretações ao vivo das suas músicas, e nem clássicos como "A Maldição do Samba", "Desabafo" e "À Procura da Batida Perfeita" conseguiram fugir à regra.

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
1 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
2 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
3 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
4 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
5 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
6 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
7 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
8 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
9 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Richie Campbell n'O Sol da Caparica
10 / 10

Richie Campbell n'O Sol da Caparica

Coube a Richie Campbell a dura missão de encerrar o primeiro dia de festival, enquanto cabeça de cartaz - seguir-se-ia um DJ set a cargo de Marfox para entreter os mais resistentes. O artista português cumpriu com a expetativa e serviu ao presentes um concerto forte e coeso, alicerçado no reggae de artistas como Bob Marley (houve direito a uma passagem por "Turn Your Lights Down Low") e no soul de artistas como Bill Withers (homenageado com um excerto de "Ain't No Sunshine"), onde não faltou nova participação de Dengaz, desta vez para ajudar Campbell a interpretar "From The Heart" - novo momento de euforia no seio do público.

Até os mais distraídos conhecerão certamente um bom par de canções de Richie Campbell. Já nem falamos de "That's How We Roll", provavelmente a sua maior bandeira, mas sim de êxitos radiofónicos como "Best Friend", "Love is an Addiction", "What a Day" ou até mesmo "Blame It On Me". E é ao desenrolar a sua trama, secundado pela competência do coletivo 911, que Richie Campbell nos vais provando que, afinal de contas, estamos mais familiarizados com o seu repertório do que aquilo que alguma vez sonhámos estar. A verdade é que a carreira do artista português vai de boa saúde, galgando vários muros, invadindo ouvidos alheios e encabeçando alguns dos principais festivais do país. Há que dar-lhe o devido mérito.  

Texto: Manuel Rodrigues

Fotos: Dário Cruz