Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

O que me leva a Sines é... 'A volta ao mundo numa semana', diz Cláudia Diogo, livreira

O FMM de Sines está quase a começar e a BLITZ continua a ouvir as razões dos seus espectadores mais fiéis para continuarem a rumar à cidade alentejana ano após ano.

Começa já na próxima sexta-feira, 17 de julho, a 17ª edição do FMM (Festival Músicas do Mundo) de Sines. A BLITZ prossegue hoje a rubrica 'O que me leva a Sines é...', na qual damos voz a um dos grandes protagonistas do festival: o seu público, que em boa parte dos casos regressa ao evento ano após ano, com entusiasmo redobrado. Para Cláudia Diogo, livreira de Lisboa, a grande motivação para rumar a Sines é "a oportunidade de dar a volta ao mundo em cerca de uma semana, seja no campo da música tradicional, seja no do rock ou mesmo no da pop". A "localização extraordinária, dentro do castelo e junto à praia" torna o festival "ainda mais especial", salienta, destacando igualmente "a paciência e a boa disposição com que os habitantes e os comerciantes de Sines recebem os milhares de pessoas que enchem a cidade por esta altura". No álbum de melhores recordações de Sines, Cláudia guarda, a nível musical, o concerto dos Meridian Brothers, em 2014 - "aliavam os sons tradicionais colombianos ao psicadelismo, tudo temperado com um forte sentido de humor" ­- e do ponto de vista gastronómico recomenda "a feijoada de búzios, no restaurante mesmo em cima da Praia do Norte".

Quando pensa no FMM de Sines, esta espectadora lembra-se dos derradeiros momentos da edição do ano passado: "Já completamente exausta, resolvi regressar a casa. Depois da subida, olhei cá para baixo e a Avenida da Praia estava cheia de gente que se movia ao som dos Jagwa Music, uma banda da Tanzânia, de maneira completamente eletrizante", recorda, referindo-se a esta imagem como uma bela despedida da edição de 2014 do FMM.

A 17.ª edição do FMM Sines - Festival Músicas do Mundo realiza-se de 17 a 25 de julho no concelho de Sines (aldeia de Porto Covo e cidade de Sines). Saiba mais no site oficial.