Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Morrissey ataca Sam Smith e Ed Sheeran: 'Obrigam-nos a levar com eles'

O músico britânico tem novos alvos. "As coisas não podem piorar mais", considera Morrissey.

Morrissey voltou a criticar a indústria do entretenimento. Em entrevista ao Boulder Weekly, uma publicação norte-americana, lamenta o ex-Smiths: "Já não há bandas ou cantores que se tornem famosos sem um marketing avassalador. Já não há histórias de sucesso surpreendentes. Tudo é controlado, óbvio e previsível, e com o mesmo conteúdo. Vivemos numa era de estrelas pop criadas para o mercado, o que significa que as editoras controlam por completo as tabelas de vendas e, por consequência, o público já perdeu o interesse". "É muito raro uma editora discográfica fazer algo de bom pela música. É assim que nos obrigam a levar com o Ed Sheeran e o Sam Smith, o que pelo menos significa que as coisas não podem piorar mais. Mas é triste. Já não há espontaneidade, e parece não haver salvação possível". Na mesma entrevista, Morrissey tornou a defender o vegetarianismo ("Mal deixemos de comer animais, o mundo será um sítio espetacular") e lamentou que "as bandas tenham de lutar para se manter saudáveis, ao passo que os fãs de música, especialmente os muito novos, se vistam de forma muito rock and roll, adotando também uma atitude despreocupada em relação às drogas". Sam Smith atua amanhã, 11 de julho, no NOS Alive, em Algés.