Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Morrissey acusa organizador de Glastonbury de detestar animais: "As vacas são repetidamente violadas em Worthy Farm"

Ex-Smiths respondeu às declarações de Michael Eavis, que garante que as vacas da quinta onde se realiza o festival são "animais felizes".

Morrissey arranjou um novo alvo: Michael Eavis, organizador do festival britânico de Glastonbury. O músico acusa Eavis de detestar animais e diz que as vacas de Worthy Farm, quinta onde se realiza o evento de música, são "repetidamente violadas e violadas e violadas". 

O ex-Smiths responde assim, no site de fãs True to You, às declarações do organizador do festival, que garante que as vacas de Worthy Farm são "animais felizes" e que produzem muito leite. "Nenhuma vaca de Glastonbury se disponibilizou para comentar e não se ouviu nenhuma vaca a rir", começa por escrever Morrissey. 

"De forma a 'ter o maior rendimento de leite do país', uma vaca tem de ser persistentemente 'violada' contra a sua vontade (assunção lógica) ou deve ser inseminada artificialmente a partir dos 13 meses, ou injetada com uma hormona de crescimento bovina", acrescenta o músico.

"Será que Michael Eavis, na sua quinta em Glastonbury, acomoda vacas que não lhe garantam dinheiro?", questiona Morrissey, "duvido. Cortem-lhes a cabeça! Será que o Michael Eavis se preocupa com os danos loucos para o ambiente causados pela criação de gado leiteiro? Duvido. Que se lixe o ambiente! As pessoas que não se preocupam com os direitos dos animais normalmente também não se preocupam com os direitos dos seres humanos".

O artista criticou também o organizador do festival por não ter permitido que mostrasse, na edição de 2011 de Glastonbury, as imagens de tortura animal que habitualmente exibe quando apresenta ao vivo o tema "Meat is Murder" - o ecrã terá ficado em branco.