Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Miguel Araújo e Rui Massena lamentam morte de Nuno Gonçalves, dos Expensive Soul

O músico português morreu ontem, aos 41 anos. O seu funeral é hoje, às 10h, na Maia.

A morte de Nuno Gonçalves, dos Expensive Soul, foi lamentada nas redes sociais por vários músicos que com ele trabalharam ou o conheciam. Miguel Araújo, que em breve dará 13 concertos nos coliseus de Lisboa e do Porto, com António Zambujo, escreveu: "Notícia muito triste... Os meus sentimentos estão com a família do Nuno e com a família Expensive Soul. Descansa, grande Nuno". Segundo o Jornal de Notícias, também o maestro Rui Massena, que colaborou com os Expensive Soul aquando da iniciativa Guimarães Capital Europeia da Cultura, em 2012, afirmou: "É uma tragédia. O Nuno era uma pessoa introvertida, mas um excelente músico. Fica o nosso respeito e as condolências à família. Parte um filho, um irmão, mas parte com o respeito da comunidade artística". Massena acrescentou ainda que a própria banda ainda não conhece a causa da morte do colega: "Estão à espera dos relatórios".

Também em declarações ao Jornal de Notícias, Álvaro Costa salienta que a morte de Nuno Gonçalves, que tinha 41 anos, "não foi algo relacionado com o estilo de vida que as pessoas, normalmente, associam aos músicos. Foi uma morte completamente inesperada. Era alguém que tinha uma vida muito calma". Nuno Gonçalves vivia na Maia, onde era também professor de música. O seu funeral realiza-se hoje às 10h, na igreja de Vermoim, na Maia.