Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Miguel Araújo canta ABBA n'O Sol da Caparica

Atuação competente de Miguel Araújo, com direito a versão dos Abba; Tito Paris e Luís Represas dão o tiro de arranque no festival da Margem Sul.

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
1 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
2 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
3 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
4 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
5 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
6 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
7 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
8 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
9 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo
10 / 10

O Sol da Caparica - Miguel Ara�jo

Miguel Araújo foi o terceiro músico da noite a pisar o palco SIC/RFM. Num concerto inspirado no formato cabaret - digno de um Le Chat Noir - com iluminação aconchegante e um imaginário musical próximo do burlesco em termos estéticos, o músico d'Os Azeitonas trouxe ao público d'O Sol da Caparica, algum dele a marcar já presença para os grandes anfitriões da noite, um concerto competente, bem articulado, onde foi possível ouvir temas como "E Tu Gostavas de Mim", canção que o músico escreveu para a fadista Ana Moura, "Reader's Digest" e ainda uma versão contextualizada de "Dancing Queen", dos Abba. Minutos antes, no mesmo palco, Luís Represas serviu "A Hora do Lobo", "Feiticeira" e "Ser Poeta" a uma plateia bem composta, pré aquecida pelos ritmos de Tito Paris e da sua banda, a quem foi entregue a difícil tarefa de dar o tiro de partida. O músico cabo-verdiano repescou algumas músicas do seu repertório, onde faltou a interpretação integral de "Dança Ma Mi Criola", aquele que é, provavelmente, o seu maior hino - ainda houve uma a cappella do refrão, já no final do concerto, mas soube a pouco.