Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

M.I.A. acusa Oprah Winfrey: "Disse que eu era louca e uma terrorista"

A artista também não poupou o ex-namorado, Diplo, defendendo que este sempre teve ciúmes do seu sucesso.

M.I.A. acusou Oprah Winfrey de se ter referido a ela como "terrorista". Numa entrevista à Rolling Stone, a artista britânica de ascendência tâmil (do Sri Lanka), recordou a situação em que conheceu a a apresentadora norte-americana, numa festa da revista Time, em 2009. 

"A Time nomeou-me como uma das pessoas mais influentes do século XXI ou algo do género e conheci a Oprah na festa", começa por dizer M.I.A., "e eu disse-lhe: 'hey, há pessoas a morrer no meu país. Presta atenção'. E ela disse-me, 'és uma merda porque foste rude com a Lady GaGa e eu não vou falar contigo'". 

A artista diz que a apresentadora se recusou a falar com ela, "tirou aquela foto comigo, mas dizia 'não posso falar contigo porque és louca e és uma terrorista'. Eu fiquei 'não sou nada. Sou tâmil e há pessoas a morrer no meu país e tu tens de ver isso porque és a Oprah e todos os americanos me disseram que vais salvar o mundo". 

Na mesma entrevista, M.I.A. também aponta o dedo ao ex-namorado Diplo (Major Lazer), defendendo que o músico sempre teve inveja do seu sucesso. "Quando assinei contrato com a Interscope, ele destruiu literalmente o meu quarto de hotel e partiu toda a mobília de tão zangado que estava por eu ter sido contratada por uma grande editora. Foi a coisa mais tola que poderia acontecer".

"A Missy Elliott telefonou-me pela primeira vez em 2005 para eu trabalhar com ela no disco dela e tenho a certeza que tivemos uma discussão gigante sobre esse assunto - pelo facto de eu andar a falar com alguém que era popular", acrescenta M.I.A., "gostava de me ter divertido mas não consegui porque tinha uma pessoa sempre a dizer-me 'é uma merda, é uma merda, é uma merda. Não devias estar nos topes. Não devias estar nas revistas e não devias ir a entrevistas. Não devias colaborar com pessoas famosas. Devias ser uma artista underground'".

A terminar, a artista diz: "só agora, em 2015 consigo ver que ele tinha apenas inveja e mal podia esperar para se tornar o melhor amigo da Taylor Swift ou namorar com a Katy Perry. Mas naquela altura, acreditava nele. Sentia que ele estava certo e que era uma pessoa com valores. Não percebi que aquilo era apenas ciúme".

91309