Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

(Metade dos) Clean Bandit fazem versão de "Show Me Love" no MEO Sudoeste

Grupo eletrónico britânico apresenta-se, pela primeira vez em Portugal, em formato exclusivamente feminino. "Rather Be", o maior sucesso, ficou previsivelmente guardado para o fim.

Clean Bandit
1 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
2 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
3 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
4 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
5 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
6 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
7 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
8 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
9 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
10 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
11 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
12 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
13 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
14 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
15 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
16 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
17 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
18 / 19

Clean Bandit

Clean Bandit
19 / 19

Clean Bandit

A primeira vez dos Clean Bandit em Portugal não correu como a banda britânica quereria: os "rapazes não conseguiram vir" e foi um grupo exclusivamente feminino que subiu esta noite ao palco do MEO Sudoeste. 

O casamento entre as eletrónicas e as cordas é a receita de sucesso da banda - que saltou para a ribalta no ano passado devido ao êxito "Rather Be" (vencedor do Grammy de Melhor Canção de Música de Dança - e o público que se concentra em frente ao palco (não muito, a esta hora) reage com relativo entusiasmo. 

"Stronger", "Extraordinary", "Up Again", "Dust Clears" (forte no auto-tune e com gravação da voz do "faltoso" Jack Patterson) e uma versão de "Show Me Love" de Robin S ajudaram a compor o alinhamento de um concerto que terminou, claro, com "Rather Be". 

Texto: Mário Rui Vieira 

Fotos: Rita Carmo/Espanta Espíritos