Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

MEO Sudoeste: "Dez dias de férias com os amigos, sem pais... Para o ano estou cá", Raquel (18 anos)

Num dia em que a zona de campismo está tão deprimida quanto o tempo, a BLITZ encontrou uma estreante, fã de Calvin Harris e Diogo Piçarra, que tem exatamente a idade do festival.

MEO Sudoeste 2015
1 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
2 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
3 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
4 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
5 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
6 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
7 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
8 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
9 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
10 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
11 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
12 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
13 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
14 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
15 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
16 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
17 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
18 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
19 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
20 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
21 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
22 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
23 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
24 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
25 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
26 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
27 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
28 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
29 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
30 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
31 / 32

MEO Sudoeste 2015

MEO Sudoeste 2015
32 / 32

MEO Sudoeste 2015

O segundo dia do MEO Sudoeste acordou cinzento. Vento, nuvens, trovoada e algumas pingas de chuva demovem os festivaleiros de ir até à praia. A Zambujeira do Mar está praticamente deserta (na praia, então, são muito poucos os resistentes). O cenário repete-se no canal, habitualmente uma das grandes atrações da zona de campismo do festival.

Há quem durma, quem dê uns toques na bola, quem aproveite para tomar um duche, ir buscar uma pizza ou lavar os dentes... O costume. Só que a animação não é a habitual. É certo que além do clima pouco animador há que ter em conta outros fatores, como o cansaço ou a ressaca dos exageros cometidos na noite anterior, mas a falta de sol transfigura o ambiente.

Entre um grupo de turistas brasileiros, que trouxe consigo as típicas camas de rede - e insiste para ser fotografado enquanto um deles se queixa que perdeu uma nota de dez euros - e os já típicos cartazes que demarcam territórios (este ano, há o da "tenda do amor" que pede às meninas bonitas para chamarem pelo Gaspar, o do "spot do Tikas", o da "tribo caixão à cova"... há também um repetente, aquele que promete "free orgasms"), encontramos Raquel, que aos 18 anos - precisamente a idade do festival - se estreia no MEO Sudoeste. 

"É o meu primeirissimo ano", começa por dizer. E o que a trouxe até ao festival? "O cartaz e dez dias de férias com os amigos numa tenda, sem pais,  sem nada. É bué fixe". Não tem queixas quanto às condições no campismo, e até consegue dormir, "mas os os vizinhos do lado ligam a coluna logo às 8 da manhã e a partir daí já ninguém mais dorme. Eles metem o subwoofer muito alto". 

Das atuações a que assistiu até ao momento, destaca duas: "Calvin Harris foi o melhor, pelo menos até agora... Também adorei o Diogo Piçarra. Até tirei uma foto com ele, fiquei louca. Queria pedir-lhe as palhetas mas esqueci-me". E pretende repetir a aventura daqui a um ano? "Para o ano estou cá, claro".  

Texto: Mário Rui Vieira 

Fotos: Rita Carmo/Espanta Espíritos