Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Márcia: 'Não sou nada triste'

Em entrevista à BLITZ de agosto, já nas bancas, a cantora e compositora portuguesa mostra-nos a sua colecção de discos e fala do mais recente Quarto Crescente.

Entrevistada e fotografada para a BLITZ de agosto, já nas bancas, Márcia abriu-nos a porta de sua casa, partilhando connosco alguns dos seus discos favoritos e falando do seu mais recente álbum, Quarto Crescente.

Leia aqui parte dessa conversa: Apesar de íntimo e solitário, a artista garante que Quarto Crescente não é um álbum triste. "Acho que transmite paz", defende, "já recebi alguns comentários e li algumas críticas e, de facto, aquilo que vão dizendo é que o disco sossega. Não há dúvida que, se existe alguma função na vida das pessoas, deve fazer parte da minha sossegar os outros. O Casulo já tinha isso e este tem ainda mais. É um apaziguar de tormentos... Eles estão lá. Agora, de que maneira é que tu os resolves? O que tens para transmitir? Deixa-me feliz saber que a minha voz transmite essa paz, essa segurança e algum conforto". Não só o disco não é triste como Márcia também não se considera uma pessoa triste, assumindo que essa é a ideia mais errada que as pessoas fazem dela. "Solitária ainda sou um bocadinho, de facto", explica, "sou solitária a compor, tenho muito prazer em estar sozinha naquelas situações em que normalmente os outros não gostam de estar. Não gosto nada de comer sozinha, mas adoro ir à praia sozinha, passear sozinha, ir às compras sozinha. Gosto muito de silêncio, de estar comigo, por isso se calhar sou muito solitária, sim. Não sou é nada triste. Sou muito esperançosa. E isso é outra coisa que me dizem deste disco, que transmite esperança". Para ler a entrevista com Márcia na íntegra, e para ver as fotografias tiradas por Rita Carmo, consulte a BLITZ de agosto, nas bancas.