Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

#LiberdadeJa: músicos apoiam ativistas angolanos nas redes sociais

Em Portugal, são várias as vozes que se juntaram no apoio a Luaty Beirão e restantes presos angolanos. Lá fora, depois de entrevista à BLITZ, Cat Power também destacou causa no Instagram.

São vários os artistas que, nos últimos dias, demonstraram o seu apoio para com Luaty Beirão, mais conhecido por Ikonoklasta, rapper e ativista detido pelas autoridades angolanas, acusado de conspiração contra o Presidente José Eduardo dos Santos. Beirão, que está há mais de vinte dias em greve de fome, encontra-se em estado crítico de saúde, com algumas das últimas informações a darem conta de que estaria entre a vida e a morte. Nos últimos dias, foram organizadas algumas vigílias públicas, tanto em Angola como em Portugal, em honra do artista, que possui dupla nacionalidade angolana e portuguesa. Agora, começou a criar ímpeto, nas redes sociais, a hashtag #liberdadeja, que tem sido usada por músicos nacionais como Paulo Furtado, Carlão, Capicua, D'Alva ou Márcia para demonstrarem o seu apoio para com Luaty Beirão. No website da Amnistia Internacional corre já uma petição de apoio à libertação dos ativistas presos, que pode ser assinada aqui.

Carlão

Legendary Tigerman

Márcia

D'Alva Em conversa com a BLITZ, numa entrevista que poderá ler em breve, Cat Power, que se mostra particularmente atenta a causas políticas e sociais nas redes sociais, ficou a conhecer o caso de Luaty Beirão e destacou-o na sua página no Instagram.

O post de Cat Power sobre a greve de fome de Luaty Beirão