Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Lars Ulrich, dos Metallica, já viu Montage of Heck: "Adorei estar tão perto do Kurt Cobain, mas foi quase demasiado perto

O baterista da banda norte-americana elogia o documentário sobre o líder dos Nirvana, considerando-o "muito corajoso".

Lars Ulrich, dos Metallica, já viu Montage of Heck, documentário sobre Kurt Cobain e elogia o filme, considerando-o "muito corajoso". O baterista disse, em entrevista a um programa de rádio: "adorei estar tão perto do Kurt, mas foi quase demasiado perto". 

"Acho que é uma grande peça de cinema. Senti que era único. Nunca tinha visto um filme assim", confessou Ulrich, "adorei estar tão perto do Kurt, mas também tive problemas em estar tão perto porque isso apagou um pouco da mística. Fiquei ali sentado a pensar 'preciso mesmo de ver o Kurt Cobain numa banheira?'".

O baterista acrescenta ainda "é muito corajoso e ousado. E aplaudo o facto de o filme ter sido feito. Mas enquanto fã do Cobain, e fã dos Nirvana, foi quase demasiado, quase demasiado perto. Agora, da próxima vez que ouvir a 'Come As You Are' ou uma dessas canções, foi ficar ali a pensar nele na banheira ou a barbear-se ou naquela cena no final em que ele está com a Frances Bean ao colo, coisas que foram muito difíceis de ver".

Foto: Getty Images