Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Kanye West quer mesmo candidatar-se à presidência dos Estados Unidos: "Quando o fizer, preferia não concorrer contra ninguém"

O rapper falou também sobre o seu próximo álbum, Swish, que poderá só ser editado daqui a um ano.

Kanye West reafirmou a sua vontade de se candidatar à presidência dos Estados Unidos em 2020 - decisão que anunciou durante a cerimónia dos MTV Video Music Awards - numa entrevista à revista Vanity Fair. O rapper falou também sobre o próximo álbum, Swish, que poderá só ver a luz do dia daqui a um ano. 

"Quando me cadidatar à presidência, preferia não concorrer contra ninguém. Gostava que fosse mais na onda de 'quero trabalhar contigo'", explicou West antes de elogiar o candidato às eleições primárias do Partido Republicano Ben Carson, que tem apresentado um discurso anti-muçulmano. "Assim que ouvi o Carson falar, tentei falar com ele ao telefone durante três semanas. Pensei 'este é o tipo mais brilhante'". 

No entanto, o rapper assume: "detesto política. Não sou um político, de todo. Só me preocupa a verdade e os seres humanos. Quero que toda a gente ganhe, é só isso que consigo dizer...".  

Na mesma entrevista, West fala sobre o seu próximo álbum, Swish, explicando que não deverá sair para as lojas em breve: "não tenho a certeza. Não estou muito preocupado com o ano em que sai. Estou preocupado com a vida e o corpo de trabalho que conseguirei pôr cá fora enquanto viver".

Foto: Getty Images