Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Justin Bieber ou One Direction: quem vai chegar ao 1º lugar do top?

Ambos editam hoje novos álbuns. Ambos têm uma legião de fãs. Mas também querem mudar de público e chegar aos mais velhos. Conseguirão?

Vinte anos depois da batalha da britpop, eis a batalha da teenpop: Justin Bieber e os One Direction lançam hoje novos trabalhos, o que se traduzirá muito provavelmente numa batalha pelos lugares cimeiros dos topes de vendas. Para já, a vantagem parece pertencer a Justin Bieber. O cantor canadiano tem feito bastante para deixar de lado a imagem que tinha de criança mal-comportada, desdobrando-se em desculpas públicas (e, ainda assim, não fugindo a algumas controvérsias). Até em termos de sonoridade o "menino bonito da pop" mostra sinais de amadurecimento, tendo alistado produtores como Skrillex ou Blood neste seu novo trabalho, Purpose; "Where Are Ü Now", tema para a dança com uma grande carga experimental, que o cantor lançou em fevereiro com a dupla Jack Ü, é uma das canções do ano - e marca aqui presença.
Quanto aos One Direction, ainda estão a sofrer os efeitos da saída de Zayn Malik - o abandono do grupo por parte do cantor foi um golpe muito grande nas suas aspirações, e houve mesmo quem previsse o fim da banda. Contudo, a boysband mais popular dos últimos tempos está de regresso aos discos, antes de uma paragem para descanso: Made In The A.M. não teve quaisquer convidados especiais, com a banda encarregue de algumas das composições e a produção a cargo de John Ryan e Julian Bunetta, com quem já tinham trabalhado em álbuns anteriores. O espírito pop maior do que a vida, o mesmo que apaixonou milhares de fãs adolescentes, continua presente. Se será o suficiente para apaixonar os graúdos? Só o tempo dirá.