Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Imprensa castiga violentamente os U2: 'Vão-se f****', diz o Observer de Nova Iorque

Jornal nova-iorquino diz que a decisão da banda em ter cancelado os concertos de Paris foi 'o maior erro da sua carreira'.

Não é só Bono que tem sido bastante criticado nas redes sociais por ter declarado, após os atentados de Paris, que os mesmos constituíam "um ataque à música". Também à banda têm sido apontadas lanças. O jornal semanal nova-iorquino Observer escreveu, num artigo de opinião, que a decisão dos U2 em ter cancelado os concertos marcados para Paris - no fim-de-semana dos atentados - foi "o maior erro da sua carreira". A peça começa por elogiar os Stiff Little Fingers, banda punk de Belfast, Irlanda do Norte, surgida no final dos anos 70 e que foi uma influência para os U2, por terem atuado na terça-feira passada na capital francesa, poucos dias após a tragédia. A comparação é depois feita com a banda da República da Irlanda: "os U2 estavam no local perfeito para fazer algo extraordinariamente raro: um ato significativo". "Será que não poderiam ter tocado na rua ou mesmo como banda de abertura para os Stiff Little Fingers?", questiona ironicamente o autor do texto, Tim Sommer, rematando com "a mensagem que os U2 pregam de Coexistência poderia ter feito ainda mais sentido (...) em suma, poderiam ter feito aquilo que fazem em todos os seus concertos, mas num local onde teria feito algum sentido. Como não o fizeram, que se f****". Foto: Getty Images